terça-feira, 23 de março de 2010

crise teológica



Bernardo é super ligado em Jesus....


afinal ele nasceu dia 26 de Dezembro, e é emocionante fazer aniversário perto do Natal, tem Papai Noel e tudo...


ano passado dei pra ele um presépio pequenininho, ele adorou...tinha horas que Maria estava no lugar do pastor e quem velava pelo Menino Jesus era a vaca...


a ovelha e o burrinho eram a sensação da comemoração do nascimento do Menino Jesus!


se eu digo que vou encontrar com alguém chamado Maria, ele pergunta: "a mamãe do Jesus?"

fomos a Missa no dia de São José, e na hora da homilia ele vibrou, porque o Padre estava contando a história do pai de Jesus, de Maria, foi demais!!!


ano passado na Páscoa me vesti de Coelha e entreguei ovinhos.... minha sobrinha acreditou piamente... minha irmã no fim da festa falou: "pega aquilo ali com a Tia Aninha", e ela respondeu: "não, mãe, é a Dona Coelha!"


esse ano já havia pensado em fazer algo diferente, tocar no violão umas músicas "de Jesus", como diz Bernardo...


aí ele chega na frente, como sempre...


pergunta ontem: "mãe, o que é a Páscoa?".... eu respondo: "filho, no Natal a gente comemora o nascimento de Jesus, né? então, na Páscoa a gente comemora a ida de Jesus pro céu!!"


"e os coelhos, mamãe?", retruca, intrigado....


"filho, os coelhos gostam muito de Jesus, aí fazem uma super festa nessa época"....


"e os ovos, são de galinha?"....... pergunta fantástica!!


"não filho, os coelhos fazem ovos de chocolate pra festa, porque Jesus está no céu muito feliz!!!"


ele então responde, pensativo: "é verdade, chocolate é gostoso, e Jesus deve adorar!"


fiquei feliz dele ter esquecido da galinha......


hoje falei com a minha irmã sobre nossa festa de Páscoa, e ela disse que minha sobrinha também está super ligada em Jesus, mas que achou a minha explicação muito vaga...


afinal Jesus não só foi pro céu, Ele ressuscitou...... ok, mas como explicar se nem eu mesma entendo bem a diferença?


falo com minha mãe... ela diz que Jesus morreu mas depois "voltou"...


"pra onde?", pergunto.... "pra Terra, ora", ela diz com uma certeza invejável.....


(??????) "como assim, mãe, Ele tá aonde?", respondo, indo a fundo no debate filosófico...


"Ele é onipresente, Deus está em todos os lugares".... aí falo: "mas mãe, estamos falando de Jesus, não de Deus"......


ou seja.... até semana que vem nossas discussões teológicas serão cada vez mais intensas... minha irmã já disse que vai procurar na internet alguma ajuda...


estamos precisando, rs,rs,rs... porque a criança te pergunta coisas com uma simplicidade desconcertante, e realmente é melhor pedir ajuda aos universitários....


mas de uma coisa tenho certeza: não quero que Bernardo ache que o ponto alto do feriado, da festa, da celebração, é ganhar um ovo de chocolate com brinquedo dentro...


existem coisas mais profundas, mais legais, com simbolismos incríveis, e Histórias maravilhosas, mesmo as improvisadas!!!

segunda-feira, 22 de março de 2010

"alô, liberdade"



como muitos sabem, eu e Bernardo somos fãs das Chicas....


essa foto aí em cima foi de um show que assistimos no auditório da Radio Roquete Pinto (adoro nome com piadas prontas), ano passado... gravação de um programa ao vivo....

sentada aí de costas, casaco azul escuro sou eu, com Bernardo no colo.... e no fundo As Chicas no palco...

acabei de achar essa foto num site da Prefeitura, por isso resolvi postar e escrever sobre essa nossa paixão musical, sobre ter me tornado uma fã tão "beatlemaníaca"..... (vamos rever essa obsessão por quartetos na terapia, anotaê na agenda...)

As Chicas me acompanham pela vida... quer dizer, as músicas delas me acompanham, porque depois de 2008 quando Bernardo descobriu sua própria paixão por elas, fomos nós que passamos a segui-las.... (quase persegui-las, rs,rs,rs)


tá em crise?... tem música que levanta o astral....


acha que a vida não tem mais sentido?... elas lindamente dizem pra "ter paciência"


brigou com a sogra?....... "oi, eu não tô te vendo, tô sem óculos...." "que pena, cê tá perdendo, eu sou linda"


pra embalar seu filho? ..... "manhê, canta música da Tia "Isadola"?"


quer dançar com seu filho bebezinho no colo, pra ver ele gargalhar?..."Felicidade"


quer música pra rodar e batucar?.... tem sim: "mãe, eu pego o tambor, vc bota uma saia"


música pra ganhar elogio?... "mãe, cê tá linda igual a Tia "Amola""


e o maior presente: ir a um show ouvir as músicas que eu tinha gravado pro meu filho antes dele nascer, as músicas da minha infância...

ver que seu filho se tornou um apaixonado por Música Maravilhosa, que pediu um CD do Gonzagão na Saraiva ("mãe, ele é vovô das Chicas!!") , que é Tropicalista, que acha que o "Rolbeltol Callos" toca violão "igual a ele"....


que pediu e ganhou do Papai Noel um violão de verdade "igual ao da mamãe e da Tia Paula"


sei que meus queridos amigos devem estar agora pensando no meu gosto musical "insano" e citar várias coisas bizarras que gosto: ok, vcs tem razão!!!
no novo show, elas cantaram "Evidências", surtei de alegria, rs,rs,rs
aliás, uma prova que boa música está em todo lugar, que interpretar tudo sem preconceito, sem olhares tortos é ser aberto a poesia, a sensibilidade...
e o mais legal de tudo isso: curtir ser chicana, chicólatra, mas querer mesmo é ser uma Chiquita, pra poder ser muito Bacana!!!


terça-feira, 16 de março de 2010

filho de peixe

o que se passa pra um filho?

valores, moral e bons costumes? tradição, família e propriedade?

não, TALENTO......

saca, só....

"é preciso estar atento e forte
não temos tempo de temer a morte"


video

sexta-feira, 12 de março de 2010

crepúsculo dos deuses




pois bem, sou viciada em brindes do McDonald´s, e depois da minha revolta contra o boneco do Chaves, fui comer o sanduiche de frango com guaraná pra ganhar um DVD do Crépúsculo...


cheguei em casa feliz, eu e Bernardo adoramos monstros...


falei "filho, tem filme de vampiro pra gente ver!!", animadinha preparando o colchonete na sala....


ele vacilou, olhou pra varanda, buscando inspiração na vista (de repente o coelho gigante inflável do Supermercado Guanabara é algum oráculo e eu tô por fora, rs,rs).....


olhou pra mim e perguntou se ia dar medo....
bem, tendo em vista que ele vê os 5 filmes do Harry Potter como quem assiste Mickey, estranhei a pergunta....


"não, filho, porque?"


"não quero ver filme de maldade" (oi? conceitos abstratos? perguntas éticas e profundas? Você só tem 3 anos, cara)


"vamos lá, o vampiro é bonzinho", repondi com um saco de biscoito animador...


ele sorriu, apertou o play, e perguntou se tinha em inglês, pra logo dizer que queria ver em português mesmo (criança bilingue? sim, ele acredita, já que aprendeu "hello" e "very good" essa semana na escola...)


quando fomos pro colchonete, o cão já o ocupava quase todo (enquanto a gente discutia a maldade no mundo e tudo mais, ele se enroscou no edredon)


começa a aventura, biscoito e suco, e lá vem o galã vampiro, que usa mais maquiagem que todas as meninas da escola juntas...


depois o lobisomem que parece o vocalista do Calcinha Preta, todo simpático...


e aí tem a mocinha, com seu queixo protuberante....


eu falei: "filho, o nome dessa menina amiga do vampiro bonzinho é Isabela, igual o nome do neném que tá na barriga da Tia".........


(tenho um casal amigo que aguarda a chegada dela ansiosamente pra já-já....)


ele, com olhos brilhando: "mãe, quer dizer que a neném da barriga da tia é AMIGA do vampiro bonzinho?"


eu respondi que sim, e ele passou a ver o filme com outros olhos.... estava orgulhoso de ver o vampiro bonzinho salvar a menina, voar , brilhar que nem purpurina........


afinal de contas, "se Isabela da Barriga é amiga do Vampiro Bonzinho, eu tô bem, porque amigo de amiga minha é amigo meu, então estou a salvo dos Vampiros Malvados", ele deve ter pensado, com grande alívio e segurança......
mas antes da grande batalha final, já dormia enrolado em mim e no irmão-cachorro, sonhando com Bela da Barriga e as aventuras que terão com monstros.............

segunda-feira, 8 de março de 2010

enquanto você dormia....



gente, noite de Oscar tem cheiro de saudade....


da minha pré adolescência, quando assistia a todos os filmes, sabia de tudo e todos, chorava de emoção com discursos........fazia pipoca, apagava a luz e viajava na sala...


pelo cansaço e preguiça, e por ter me distanciado da paixão adolescente por cinema, tem séculos que não assisto a cerimônia.....


mas como estava de repouso com virose e não teria que acordar cedo no dia seguinte, não resisti....


Surpresa!!!


...noite de Oscar com homenagem a John Hughes.... Ferris Bueller, A Garota de Rosa Shoking, O Clube dos Cinco, todos reunidos no palco, e um clipe com cenas da minha adolescência....


pedaços de minha vida, frases ditas por outros jovens que sei decoradas, literalmente "de cuore"....


"don´t you forget about me"...... será que vamos ser como nossos pais? será que vamos ser felizes? não se esqueçam de aproveitar a vida, ela passa rápido, diz Ferris com rosto ainda jovem, com cara de quem aprontou e tá feliz com sua "irresponsabilidade" e espontaneidade invejada....


fui às lágrimas, soluçando, óbvio, como adolescente dramática que fui e sou....


mas terminei a noite com uma conclusão: já sei o que quero ser quando crescer....


algo adolescente se acalmou porque EU QUERO SER A SANDRA BULLOCK.........


a pessoa ganhou num mesmo final de semana um Framboesa de Ouro como pior atriz e um Oscar de Melhor Atriz, com o mesmo bom humor e simpatia....


ou seja, equilíbrio, loucura, capacidade de rir de si mesmo.... tudo que eu quero e preciso!!


beijos,


Molly Ringwald




sexta-feira, 5 de março de 2010

36 é quase 40, "so what, motherfucker?"




Procurando uma poesia, ou música pra colocar neste post, me deparo com um trecho de uma música do artista americano 50 Cent (que não vale nem o nome que carrega), mas que ilustra o momento sublime de uma comemoração de aniversário.....



"Go, go, go, shawty, it´s your birthday

We goin´ party like it´s your birthday

We goin´sip Bacardi like it´s your birthday

´Cause you know we don´t give a fuck

It´s not your birthday!!!"



e é isso amigos, uma beleza.... obrigado EUA, país que nos deu o blues, o rock, Cole Porter, todos do Rat Pack, entre tantos outros de uma cultura musical a ser explorada e respeitada....


enfim, comemorar aniversário é uma coisa boa e blá-blá-blá, "o valor da vida", blá-blá-blá, "família e amigos são o que realmente importa"...e tudo o mais........


mas eu vou dizer com sinceridade que não faço balanço de vida, não faço promessas pra o futuro..


não me preocupo com rugas, não me assusto com a velhice...


não me deprimo prq não tô mais dando conta de uma sessão de "Rebolation" no carnaval sem uma cartela de relaxante muscular em mãos....


sinceramente, é um dia muito comum....


gosto de ser paparicada (e muito), mas é só.... gosto muito de ver os amigos quando dá....


agora tô na fase de adorar fazer bolo pra meus gêmeos e filhote canino, que adoram uma festa....


mas fico feliz em ver que minha vida segue tranquila (ou não), independente do meu aniversário, independente da minha idade...


porque uma coisa é fazer aniversário e celebrar a vida, cultivar a saúde, o bem estar....


outra é entrar na neura de um mundo onde não se pode mais envelhecer: cabelo branco, pelanca, ruga, tudo vira pesadelo dos seres humanos e paraíso dos "profissinais da beleza e da longevidade"....


quero lembrar do verso:


"Feliz Aniversário, envelheço na cidade", sem deprê, mas com a alegria de saber envelhecer, descobrir meu jeito de enfrentar os primeiros cabelos brancos que, por sorte, só me chegam agora....


Feliz Aniversário pra mim, desde já, e sempre.......